acesso gratis

Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

22
Fev07

PÁGINAS DA VIDA

Alegria

             

                  QUEM SOU EU?     (Episódio nº 15)
    Outubro de 1969:  Surge um convite para passar um fim de semana em Lisboa; uma senhora que sendo natural da minha terra, estava a residir em Lisboa e conseguiu convencer-me a viajar com ela até à capital.
      Partida:  Sezures, Penalva do Castelo; chegada: Lisboa, Olivais Sul; passado o fim de semana e chegada que é a Segunda Feira, compra-se o jornal, folheamos e encontramos anúncios de trabalho e, qual não foi o meu espanto, encontro-me a responder a um anúncio e logo no dia seguinte comecei a trabalhar nesse tempo à semana, depois mais tarde à quinzena e posteriormente ao mês.
      Familiarizei-me com a cidade, corri muitas vezes as ruas a pé para as conhecer melhor e, quando dei por mim estava agarrado a um camião a percorrer cidades, vilas e aldeias o que na giria se diz "comer alcatrão";  andei por caminhos velhos e estradas de má qualidade, vi nascer estradas nacionais, vi nascer auto-estradas, até vi construir portagens e pontes, comi o pão que o "Diabo" amassou, aturei muito filho da mãe, tive até patrões sem qualidade alguma, capazes de vender a alma ao Diabo, que depois de roubarem o estado, fecharam as empresas e mandaram os empregados para a rua pura e simplesmente com as mãos a abanar.
       Hoje no desemprego, e depois de quarenta anos de trabalho e de luta pela sobrevivência e sem conseguir enriquecer, pois dizem que o trabalho enriquece mas eu tenho certas dúvidas que isso seja verdade porque nunca vi alguém que só e a trabalhar honestamente conseguisse enriquecer, mas as coisas são assim e tem que haver alguém mais habilidoso para poder entrar pelas malhas da lei porque é para isso que as leis servem.
                  
                    João Rodrigues           (Alegria)
    

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D