acesso gratis

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

14
Jul22

Momento de Poesia

Alegria

Oportunidade

 Ofendem-me os que dizem que não voltarei.

Porque bati à tua porta e não te encontrei.

Porque todas às noites permaneço a tua porta.

E ordeno que despertes e te ergas para lutar e vencer!

Não chores pelas preciosas chances que passaram.

Não chores pela idade de ouro que se foi...

Todas as noites queimo o registro do dia;

Ao erguer do sol todas as almas nascem de novo.

Ri como um menino aos esplendores que passaram;

Às alegrias que se esvaíram sê surdo e mudo.

O meu julgamento sela o passado que já morreu.

Mas nunca prende um momento ainda por vir.

Mesmo afundado na lama, não torças as mãos nem chores.

Dou o meu braço a todos os que dizem "Eu posso !!"

Nenhum pária algum dia caiu tão baixo.

Que não pudesse erguer-se e ser um homem novamente!

Lastimas a mocidade perdida?

Hesitas em desfechar um golpe merecido?

Volta-te então dos arquivos apagados do passado.

E encontrarás as brancas páginas do futuro.

Choras uma pessoa amada? Liberta-te da magia!

Es um pecador? O pecado tem perdão!

Cada manhã te dá asas com que voar do inferno,

Cada noite uma estrela para te guiar aos céus!

 

Órfãos

 As andorinhas que voam

pelo espaço ilimitado

sob os beirais do telhado,

têm, felizes, o seu lar.

Tiveram já os cuidados

de seus pais em ninho amigo,

têm todas um abrigo,

onde se vão acoitar.

 Em qualquer fenda, ou tronco,

sob uma folha, o inseto

encontra seguro o teto

onde se pode abrigar.

Até nas plagas ignotas

do oceano infinito,

nesse pélago bendito

se abriga o peixe do mar.

 

O réptil, o monstro, a fera,

o modesto pasarinho,

qualquer animal mesquinho,

que a natureza contém,

todos têm seu asilo,

um canto, qualquer guarida,

a esperançao não perdida,

que é um abrigo também.

 Mas órfãos ao desemparo

há, infelizmente, tantos...

e desses quantos e quantos

sem terem  nem pai, nem mãe!

Tristes, sòzinhos no mundo,

quantos vogam sem abrigo,

sem terem um braço amigo,

sem carinho de ninguém.

 Abençoados aquêles

que aos tristes levam confôrto,

os conduzem a bom porto,

e lhes levam Luz e Pão.

Caminhar por esta vida

tão repleta de amarguras

é caminhar às escuras,

se não brilha a"Instrução".

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2023
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2022
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D