acesso gratis

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

<div align=center><a href='https://contador.s12.com.br'><img src='https://contador.s12.com.br/img-103A7b0BAyba481z-24.gif' border='0' alt='acesso gratis'></a><script type='text/javascript'

28
Out21

Anedotas

Alegria

Descendência

 

Pai, pai

O que foi minha filha?

De onde viemos?

Filha, o homem é descendente de  Adão e Eva.

Mas a mamãe disse que a gente somos descendentes do macaco.

- Uma coia é a família da tua mãe, outra é a minha…

 

 

A filha prostituta

 

     A filha de um advogado não aparecia em casa havia mais de 5 anos.Na sua volta, seu pai deu a maior bronca:

 

- Onde você estava durante esse tempo todo, desgraçada?!

- Por que não escreveu sequer uma notinha dizendo como estava?

- Por que não telefonou?

- Vagabunda!

- Não sabe como a sua mãe tem sofrido por sua causa!

A garota, chorando:

- Pai....Virei prostituta...

- O QUÊ?!?

- Fora daqui, sem vergonha, ordinária, desqualificada, vergonha da família, não quero te ver nunca mais!!!

- Tá bom, papai. Como o Sr. quiser...

- Eu somente voltei aqui para dar este casaco de pele e as escrituras da minha mansão do Morumbi para a mamãe. Uma caderneta de poupança no valor de 5 milhões para o meu irmãozinho e, para você, paizinho, este Rolex de ouro puro, o BMW 0km que está na porta e um titulo vitalí¬cio do melhor clube da cidade. Além disso, um convite a todos para passarem o Reveillon a bordo do meu iate em Búzios, e...

- Filhinha, você disse que tinha virado o que, mesmo?

- Prostituta, papai.

- Aaaaahhh, booommmm! Que susto você me deu, menina!... Eu tinha entendido "Professora substituta" !!! Vem cá, dá um abraço no papai...

 

 

28
Out21

Momento de Poesia

Alegria

 

Festa da vida

 

 Simplifica, a sorrir, tua existência,

Vê, em tudo, um motivo de alegria.

E, assim, na paz de tua consciência,

Faze da fé teu pão de cada dia!

 

E conserva em perpétua adolescência

Num halo de esplendor e de Harmonia

Teu coração e tua inteligência,

Dentro do sonho excelso que te guia.

 

Homem ! repara como à luz da aurora,

Na aleluia sem par da natureza,

Tudo, em redor, de júbilo se aflora !

 

Sim, tudo nos desperta e nos convida

Para o Bem, para a luz, para a beleza

Da grande festa espiritual da Vida !

 

 

 Coisa mais linda

 Olha que coisa mais linda

Mais cheia de graça

É ela menina

Que vem e que passa

Num doce balanço

A caminho do mar

 

Moça do corpo dourado

Do sol de lpanema

O seu balançado é mais que um poema

É a coisa mais linda que eu já vi passar

 

Ah, por que estou tão sozinho?

Ah, por que tudo é tão triste?

Ah, a beleza que existe

A beleza que não é só minha

Que também passa sozinha

 Ah, se ela soubesse

Que quando ela passa

O mundo sorrindo se enche de graça

E fica mais lindo

Por causa do amor

 

Tom Jobim

 

Em busca do alto

 Não fiques à margem da estrada!

Não desistas da caminhada!

A subida é íngreme, mas os

resultados são compensadores!

A vida não admite retrocesso;

tudo tende a evoluir.

Por lento que seja teu progresso

avança destemidamente!

Avança resolutante

como quem deseja evoluir, e nunca

penses em fugir.

A Evolução esclarece, a fuga entorpece.

Mantém teu olhar fixo no alto.

Que o teu lema seja sempre - Avante!

Faze tua eleição

Oh! alma lutadora!

A tua ajuda está em ti!

Não permitas ser arrastada pelas

tendências inferiores.

Mantém-te em guarda...

para não retrocederes à vida do bruto.

Não pervertas os teus elevados poderes

na satisfação de fins e desejos baixos.

Manifesta o teu verdadeiro EU e sê forte!

És uma alma imortal e te caminhas para

coisas cada vez mais grandiosas e elevadas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

26
Out21

Anedotas

Alegria

A cortadora de picles

 Um homem trabalhava numa fábrica de conservas,

e, um dia confessou à mulher que tinha desejo de meter o pénis na cortadora de picles.

Até que um dia ele chegou a casa um pouco abatido:

Lembras-te de eu te dizer que tinha o desejo de meter o meu pénis na cortadora de picles?

Oh! Não… Fizeste isso?

Sim… fui despedido…

Mas e a cortadora de picles?

A Manuela? Também foi…

 

 

A fazer a chamada

Um homem que passava na rua em frente ao Senado e ouvindo uma grande gritariavinda do interior com o seguinte vocabulário:

- Filho da puta, ladrão, salafrário, assassino, traficante , mentiroso, pedófilo, vagabundo, sem vergonha, preguiçoso, vendido, assaltante, terrorista…

Assustado perguntou ao segurança que se encontrava no exterior:

- O senhor poderá dizer-me o que se está passando ali dentro.

Estão brigando?

- Não, respondeu o segurança, acho que estão apenas a fazer a chamada.

 

25
Out21

Anedotas

Alegria

A aposta valiosa

 

Certo dia uma senhora de certa idade, apresenta-se numa instituição bancária

com uma sacola cheia de dinheiro pedindo para falar com o gerente da Instituição.

A velha senhora insiste em falar com o presidente do Banco pois uma vez que se tratava de um grande depósito queria assim abrir uma conta no referido Banco.

Após grande discussão, um funcionário levou-a à presença do referido Presidente.

O Presidente pergunta-lhe então qual a importância que ela quer depositar.

Ao que ela respondeu:

- 250.000 euros, colocando o saco em cima da secretária.

- Curioso ele pergunta-lhe como é que ela angariou tanto dinheiro.

- A velha senhora respondeu-lhe que fazia apostas.

Surpreendido o Presidente perguntou-lhe:

 Que tipo de apostas?

A velha senhora então respondeu:

- Apostas assim do tipo: Eu apostei que o senhor Presidente tem os testículos quadrados.

- O Presidente riu-se, dizendo que é impossível ganhar pois os seus testículos não são quadrados.

Então a velha senhora respondeu:

Quer apostar que eu ganho?

- Claro, respondeu ele – aposto 25.000 euros em como os meus testículos não são quadrados.

A velha senhora respondeu então:

Estamos combinados, mas como se trata de uma importância elevada, eu volto amanhã pelas 10 horas com o meu advogado para servir de testemunha, isto se não tiver nada contra.

- Sem problema confirmou confiante o Presidente do Banco.

 

- À noite o Presidente ficou muito preocupado com a aposta e passou muito tempo em frente do espelho a examinar os testículos, virando-os para todos os lados, muitas e muitas vezes para se assegurar sem possibilidade de erro que os malditos testículos não poderiam ser considerados quadrados e ter a certeza que assim ganharia a aposta.

- No dia seguinte, às 10 horas em ponto, a velha senhora apresenta-se no Banco

com o seu advogado para confirmara aposta de 25.000 euros de que os testículos eram quadrados.

- O Presidente confirma então que a aposta está de pé, conforme o combinado no dia anterior.

- A velha senhora pede-lhe então para baixar as calças e todo o resto, para que ela e o seu advogado pudessem ver tudo, com o que o Presidente concordou de livre e espontânea vontade.

- A velha senhora aproximou-se então e perguntou se podia tocá-los.

- É claro minha senhora, disse o Presidente – levando em consideração a quantia de dinheiro envolvida a senhora tem que ter 100% de certeza.

- Então a velha senhora começou a fazê-lo com um leve sorriso.

-O Presidente percebeu então que o advogado estava a bater com a cabeça contra a parede

E perguntou à velha senhora porque é que ele estava a fazer aquilo.

Foi então que ela respondeu:

Provavelmente porque eu apostei com ele 50.000 euros que por volta das 10 horas de hoje eu teria os testículos do Presidente do Banco na minha mão.

 

 

25
Out21

Momento de Poesia

Alegria

Canalhíadas"

 

-  Canto Primeiro

As sarnas de barões todos inchados

Eleitos pela plebe lusitana

Que agora se encontram instalados

Fazendo o que lhes dá na real gana

Nos seus poleiros bem engalanados,

Mais do que permite a decência humana,

Olvidam-se do quanto proclamaram

Em campanhas com que nos enganaram!

-  Canto Segundo

E também as jogadas habilidosas

Daqueles tais que foram dilatando

Contas bancárias ignominiosas,

Do Minho ao Algarve tudo devastando,

Guardam para si as coisas valiosas

Desprezam quem de fome vai chorando!

Gritando levarei, se tiver arte,

Esta falta de vergonha a toda a parte!

-  Canto Terceiro

Falem da crise grega todo o ano!

E das aflições que à Europa deram;

Calem-se aqueles que por engano

Votaram no refugo que elegeram!

Que a mim mete-me nojo o peito ufano

De crápulas que só enriqueceram

Com a prática de trafulhice tanta

Que andarem à solta só me espanta..

-  Canto Quarto

E vós, ninfas do Coura onde eu nado

Por quem sempre senti carinho ardente

Não me deixeis agora abandonado

E concedei engenho à minha mente,

De modo a que possa, convosco ao lado,

Desmascarar de forma eloquente

Aqueles que já têm no seu gene

A besta horrível do poder perene!

Luíz Vais Sem Tostões

 

AMOLADOR

 

 Na sua bicicleta peculiar

Com farragachos ao dispor

Está sentado a amolar

Este nosso amolador

De guarda chuvas a tesouras

Facas e outras coisas mais

Vai fazendo composturas

Sem parar de dar aos pedais

A vida do amolador

É uma vida atarefada

Embora poucos lhe dão valor

É uma vida respeitada

Nas mãos de este artesão

Não há coisa sem conserto

E tudo tem reparação

Disso eu estou certo

A profissão de amolador

Tem os seus dias contados

Já há poucos como este senhor

E não tardam acabados.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D