Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

29
Nov15

Andedotas

Alegria

Perspicácia

Uma professora da 1ª classe, a testar a perspicácia dos seus pequenos alunos: - Menino Luizinho! O que é que tem 4 patas, bigodes,anda em cima dos telhados, tem uma azeitona na boca e faz miau? - Com uma azeitona na boca? Não faço a mínima ideia, Sra Professora! - Oh menino Luizinho, é um gato! A azeitona na boca é só para complicar! E a professora continua com o seu interrogatório: - Menino Dioguinho! O que é que tem 2 patas, bico, penas, faz ninhos, tem óculos e faz 'piu-piu'? - Com óculos? Não faço a mínima ideia, Sra Professora! - Oh menino Dioguinho, é um passarinho! Os óculos são só para complicar! Não satisfeita com os resultados que estava a ter, perguntou ao resto da classe, se algum aluno tinha uma pergunta para lhe fazer, ao que o menino Carlinhos respondeu afirmativamente: - Sra Professora! O que é que tem ponta redonda e vermelha, estica e encolhe, tem duas bolas por baixo, e as mulheres gostam de pôr na boca? - MENINO CARLINHOS! EU NÃO LHE ADMITO FALTA DE EDUCAÇÃO NA MINHA AULA! JÁ LÁ PARA FORA! - Calma, Sra Professora! É o baton! As bolas por baixo era só para complicar!

 

Passear o Boi

Dois compadres, zangados há muito tempo, passam um pelo outro num caminho. Um deles leva um bovino à frente. Diz o outro:

— Atão vai passear o boi?

O outro, muito admirado:

— Mas que jêto, compadre? A gente nã se falava há tanto tempo! Mas isto nã é boi. É uma vaquinha. O compadre enganou-se. Resposta do primeiro:

— É cá nã fali consigo. Foi com a vaca.

 

 

28
Nov15

Anedotas

Alegria

 

 

Agora Vamos Almoçar

 

Na cozinha de um grande hotel havia por toda a parte, em sítios muito visíveis, enormes letreiros com avisos aos empregados:

«Lembre-se de que trabalha com alimentos! Lave as mãos sempre que for à casa de banho!»

Um dia o dono do hotel viu dois empregados que saíam da casa de banho a apertar as braguilhas.

— Lavaram as mãos? — perguntou-lhes ele um bocado desconfiado.

— Não — disse um. — Nós agora vamos almoçar...

 

O Exame de Condução

 

A loira está a fazer o exame de condução.

Ela faz tudo bem, mas quando estaciona fica um pouco longe do passeio.

O examinador diz-lhe:

- Pode-se aproximar um pouco?

Ela suspira, trava o carro, desliga o motor, tira o cinto de segurança, encosta-se a ele e diz, resignada:

- Diga lá, o que quer que eu faça?

27
Nov15

Anedotas

Alegria

A filha prostituta

 

     A filha de um advogado não aparecia em casa havia mais de 5 anos.

Na sua volta, seu pai deu a maior bronca:

- Onde você estava durante esse tempo todo, desgraçada?!

- Por que não escreveu sequer uma notinha dizendo como estava?

- Por que não telefonou?

- Vagabunda!

- Não sabe como a sua mãe tem sofrido por sua causa!

A garota, chorando:

- Pai....Virei prostituta...

- O QUÊ?!?

- Fora daqui, sem vergonha, ordinária, desqualificada, vergonha da família, não quero te ver nunca mais!!!

- Tá bom, papai. Como o Sr. quiser...

- Eu somente voltei aqui para dar este casaco de pele e as escrituras da minha mansão do Morumbi para a mamãe. Uma caderneta de poupança no valor de 5 milhões para o meu irmãozinho e, para você, paizinho, este Rolex de ouro puro, o BMW 0km que está na porta e um titulo vitalí¬cio do melhor clube da cidade. Além disso, um convite a todos para passarem o Reveillon a bordo do meu iate em Búzios, e...

- Filhinha, você disse que tinha virado o que, mesmo?

- Prostituta, papai.

- Aaaaahhh, booommmm! Que susto você me deu, menina!...

Eu tinha entendido "Professora substituta" !!!

Vem cá, dá um abraço no papai...

25
Nov15

Anedotas

Alegria

Entrega Fora de Horas

 

Dia de prova na faculdade. Cem alunos na sala, professor chato, impaciente e louco para ir embora. Dez em ponto a prova termina, e quem não entregar até essa hora não entrega mais, diz o professor. Às 10 e 10, um aluno corre com a prova na mão até à mesa do professor, que arrumava as coisas para sair.

— Eu avisei que não aceitaria provas fora do horário! Esqueça!

O aluno, com um ar autoritário, perguntou:

— O senhor sabe com quem está a falar?

A resposta do professor tinha um certo sarcasmo.

— Não, não faço a menor ideia.

Empinando mais o nariz, tornou a repetir:

— Tem certeza disso?

— Absolutíssima!

O aluno levantou a imensa pilha de provas, enfiou a dele no meio, baralhou-as um pouco e disse:

— Agora, descubra!

 

Dona Própria

 

A loura ao telefone:

— Está, eu poderia falar com a Dona Marta?

E do outro lado:

— É a própria!

Ela:

— Bom dia, Dona Própria. Eu poderia falar com a Dona Marta?

21
Nov15

Anedotas

Alegria

A Surdez

 

Um velhote foi ao médico de família marcar uma consulta para a sua mulher:

-De que se queixa a sua senhora?

-De surdez. Não ouve praticamente nada.

-Então o senhor vai fazer o seguinte: Como só tem consulta daqui a 15 dias, aproveita e vai-lhe fazer um teste para facilitar o diagnóstico do médico. O senhor vai colocar-se a várias distâncias da sua esposa, fala com ela normalmente, e quando vier, diz ao médico a que distância estava quando ela ouviu. Entendeu?

-Muito bem.

Nesse mesmo dia, quando a mulher estava a prepara o jantar, o velhote lembrou-se então de fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher. E pensou: "Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora"

-Maria... o que é o jantar?

Nada... silêncio.

Aproximou-se mais 5 metros.

-Maria... o que é o jantar?

Nada... silêncio absoluto.

Aproxima-se a uma distância de 3 metros e quase que grita:

-MARIA...... o que é o jantar?

Mesmo nada. O silêncio mantém-se.

Por fim, encosta-se à mulher e volta a perguntar:

-Maria! O que é o jantar?

-É frango, porra... é a quarta vez que te digo!

 

Engano na Ordenha

 

Uma jovem citadina passa férias numa quinta. Manhã cedo está no curral, ordenhando uma vaca. Entra o dono da quinta e ela diz-lhe:

— Não está espantado por me ver aqui?

Ele responde:

— Nem por isso. Mais espantado deve estar o boi que está nas suas mãos.

17
Nov15

Anedotas

Alegria

 

 

Identificação Prévia

 

Um dos advogados grita ao outro:

- Você é um mentiroso!

O outro responde-lhe:

- E você é um vigarista!

Batendo com o martelo, o juíz diz:

- Bom, agora que ambos os advogados foram identificados, vamos prosseguir com o julgamento.

 

Na fazenda

 

Pois tava lá o empregado da fazenda de vacas leiteiras lavando e Limpando o curral

quando deparou-se com uma máquina moderna de ordenha.

Curioso,ele começou a apalpar a máquina até que ela lhe chupou um dedo.

Mente suja, meio taradão, ele logo colocou o bilau na máquina e a máquina

chupava como uma doida. E ele ali, fazendo aquela cara de prazer até atingir o

orgasmo. Rapidamente seguiu-se um segundo orgasmo. Na hora que ele foi tirar o

pingolin da máquina cadê que ele saía?

Puxou e nada.

E a máquina chupando. E ele puxava e nada.Desesperado, ele começa a procurar o

botão prá desligar aquela coisa. E a máquina chupando. Já tododescabelado

ele viu a plaquinha, do lado:

"DESLIGA-SE AUTOMATICAMENTE AOS CINCO LITROS."

 

 

15
Nov15

Anedotas

Alegria

               

Não pára, não pára!

                                              

                              

A filha conta a novidade à mãe:

- Mãe, estou grávida.

A mãe, confusa, diz:

- Então eu não te disse que quando um rapaz te mexe nos seios dizes não e quando te mexe na vagina dizes pára?!

Explica a filha:

- É verdade! Mas é que ele estava a mexer nas duas coisas ao mesmo tempo e eu bem que gritava: Não pára, não pára!

 

 

O Advogado e o Papa no Céu

 

Chegaram juntos ao céu um advogado e um papa. São Pedro mandou o advogado se instalar em uma bela mansão de oitocentos metros quadrados, no alto de uma colina, com pomar, piscina etc... O papa, que vinha logo atrás, pensou que seria contemplado com um palacete. Mas ficou pasmo quando São Pedro disse que ele deveria morar numa kitchnete na periferia. Irritado, o santo padre observou: - Não estou entendendo mais nada! Um sujeitinho medíocre como esse, simples advogado, recebe uma mansão daquela e eu, Pontífice da Igreja do Senhor, vou morar nessa espelunca?! Ao que São Pedro respondeu: - Espero que Sua Santidade compreenda! De papa, o céu está cheio, mas advogado, esse é o primeiro que recebemos!

15
Nov15

...

Alegria

   A Neve                                                                   

 

Batem leve levemente                                                

Como quem chama por mim                                        

Será chuva? Será gente?                                            

Gente não é certamente                                            

E a chuva não bate assim                                               

 

É talvez a ventania;                                                

Mas há pouco, poucochinho,                                     

Nem uma agulha bulia                                              

Na quieta melancolia                                              

Dos pinheiros do caminho.                                    

 

Quem bate assim levemente                                  

Com tão estranha leveza,                                        

Que mal se ouve, mal se sente?                               

Não é chuva, nem é gente,                                  

Nem é vento, com certeza.                                  

                

Fui ver. A neve caía                                            

Do azul cinzento do Céu,                                

Branca e leve, branca e fria…                              

Há quanto tempo a não via!                                

E que saudade, Deus meu!                                          

                                                                           

Olho-a através da vidraça.                        

Pôs tudo da cor do linho.                                    

Passa gente e, quando passa,                              

Os passos imprime traça,                                   

Na brancura do caminho…                                

                                                                        

Fico olhando esses sinais                                

Da pobre gente que avança,

E noto, por entre os demais,

Os traços miniaturais                                          

De uns pezitos de criança…

 

E descalcinhos, doridos…

A neve deixa ainda vê-los,

Primeiro bem definidos,

…Depois em sulcos compridos,

Porque não podia erguê-los!...

 

Quem quem já é pecador

Sofra tormentos… enfim!

Mas as crianças, Senhor

Porque lhes dais tanta dor?!...

Porque padecem assim?!

 

E uma infinita tristeza,

Uma funda turbação

Entra em mim e fica em mim presa.

Cai a neve na natureza…

…E cai neve no meu coração.

 

 Augusto Gil

 

              Ser Soldado

 

       Batem leve levemente

       Na janela da caserna

Será chuva, será gente

Ou será o nosso Sargento

Que me anda na perna.

   Ah! Que bom este sonhar

Com o vento a embalar

E o luar de Janeiro

Na minha cama dormente

Agarrado ao travesseiro.

   Mas…aí vem o temporal

Ribomba o trovão lá fora

E eu sinto um empurrão tal

Que abro o olho direito

E disfarço com muito jeito.

   É o Sargento de Dia

Que sempre teve a mania

De me vir tirar do leito

E dizer com grande lata:

É malandro, está na hora

De descascar a batata.

   Triste vida a de um soldado

Mal fadado,

A quem não guardam respeito

Mesmo que tenha direito

De ser alérgico à batata.

 

 

     João Rodrigues - 1967

 

13
Nov15

Anedotas

Alegria

Enfermeira assustada

 

Uma enfermeira precipita-se assustada para o gabinete do chefe da secção:

- Doutor! Doutor! Tenho ali um paciente com um pénis que parece um limão!

 - Amarelo? – pergunta preocupado o médico.

 

E responde a enfermeira:

- Não… Azedo!

 

Exemplo Persuasivo

 

O miúdo estava a ir muito mal em matemática. Os pais ten­taram tudo: aulas particulares, brinquedos educativos, cen­tros especializados, terapia, nada adiantou. Ouvem dizer que há uma escola de freiras no bairro que é muito boa, e resol­vem fazer mais essa tentativa.

No primeiro dia, o filho volta para casa com cara séria e vai directo para o quarto, sem sequer cumprimentar a mãe. Senta-se na escrivaninha e estuda. Estuda sem parar. A mãe chama-o para jantar. Ele janta depressa e volta imediatamente aos estudos. A mãe nem acredita. Isso dura algumas semanas. Um dia, o rapaz volta para casa com as notas, que entrega à mãe: vinte a matemática! A mãe não se contém, e pergunta:

— Filho, conta à mãe o que te fez mudar? Foram as freiras? O miúdo balança a cabeça negativamente.

— O que foi, então? — insiste a mãe — Foram os livros, a disci­plina, a estrutura de ensino, o uniforme, os colegas, o que foi? Ele olha a mãe e diz:

— No primeiro dia, quando vi um sujeito pregado no sinal mais, percebi que elas não eram para brincadeiras...

 

12
Nov15

Anedotas

Alegria

 

 

Gravidez

 

A Dona Natércia, que estava grávida, diz para a empregada que

também estava grávida:

- Ó Maria, é uma vergonha teres ficado grávida!

- Não sei porquê! A senhora não está grávida também?!

- Sim mas eu estou grávida do meu marido!

- Pois é, minha senhora, também eu...

 

Leitinho e cama

 

Estavam três homens numa tasca perdidos, 1 Francês, 1 Italiano, e 1 cigano

Então como não tinham nada para comer, decidiram uma das suas partes do corpo para se alimentarem, ao almoço foi a vez do Francês que cortou uma das suas costelas .

E os outros disseram - Boa, temos costelinhas.

Ao jantar era a vez do Italiano que cortou uma das suas pernas.

E os outros disseram- Boa temos pernil

para o jantar.

A meia noite foi a vez do cigano ao tirar a pixota para fora os Outros disseram:

-Boa temos chouriço para a ceia - o cigano vira-se e diz:

- Chouriço o tanas , beber leitinho e cama!

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D