Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

30
Jul15

Anedotas

Alegria

Galos Incapazes

 

Um camponês foi ao mercado e comprou um galo para a sua capoeira. Trouxe um, jovem, inquieto, com uma crista escarlate. Esperam-no cinquenta galinhas e um galo velho, antigo senhor da capoeira, que se dirige ao recém-chegado.

— Estou aqui há muitos anos e já tenho algumas relações sentimentais com meia dúzia de galinhas. Podias deixá-las para mim e assim eu teria um final de vida feliz.

— Nem pensar! — responde o galo novo. — Aqui, quem passa a mandar sou eu.

— Compreendo, mas proponho-te um desafio — respondeu o velho. — Vamos fazer uma corrida. Se fores o primeiro, eu deixo de te chatear. De acordo?

O galo jovem, crente de que ganharia facilmente, condescendeu. O velho galo partiu dando o máximo e o novo logo atrás. De súbito, ouvem-se dois tiros de espingarda e este último cai morto.

— Não consigo compreender! — murmurou o camponês, arrumando a arma. — Nos últimos dias, é já o sexto galo maricas que eu compro.

 

Estado de Embriaguez

 

—Como se chama? — pergunta o polícia ao preso.

— Eusébio de Melo.

— O seu estado?        

— Bêbado.                  

— Isso não é estado.  

— Ora essa! Até se diz estado de embriaguez!

22
Jul15

Anedotas

Alegria

                       Email errado

Um indivíduo faz o check-in num hotel na Australia. Havia um computador no quarto, por isso pensou enviar um e-mail a mulher. Contudo, ao escrever o endereco engana se, e sem que desse pelo erro, envia o e-mail. Algures em Houston, uma viuva chega a casa do funeral do marido. A viuva decide ir a sua caixa de correio electronico na expectativa de encontrar mensagens de familiares e amigos. Apos ler a primeira mensagem, ela desmaia. O filho entra no quarto a correr, encontra a mãe no chão, e repara no ecrã do computador que diz: Para: Minha querida esposa Assunto: Já cheguei Data: hoje Sei que estás admirada por receberes noticias minhas, eles agora tem ca computadores, e permitem que se envie emails aos nossos entes queridos. Acabei de chegar e ja me fizeram o check in. Estou a ver que ja preparam tudo a contar com a tua chegada amanha. Sem mais de momento fico, na expectativa de te ver amanha! Espero que a tua viagem seja tao sossegada quanto a minha. P.S Esta um calor abrasador ca em baixo! ! !

Ferrar o Burro

 O dono do burro, para o ferrador:

— Há três horas que estou à espera!

— Primeiro, ferro os cavalos. Depois os burros, que é o seu caso.

 

20
Jul15

Anedotas

Alegria

Em Cima do Capacho

 

O professor, celibatário e distraído, costumava sentar o cão ao lado dele, à mesa, e ir-lhe dando uma migalha, de vez em quando. Certa vez que comia em casa de pessoas amigas, a dona da casa tocou-lhe no braço, para lhe chamar a atenção.

Distraidamente, o professor tira um osso do prato e, sem voltar a cabeça, estende-lhe o osso, dizendo:

— Não me maces. Pega lá e vai roê-lo para cima do capacho

 

É imperdível!...

 

O famoso comentador da TV, Marcelo Rebelo de Sousa, seguia a bordo de um avião, de Lisboa para o Porto.

O lugar a seu lado estava ocupado por um garoto de uns 10 anos, natural de Amarante, de óculos, com ar sério e compenetrado.

Assim que o avião descolou, o garoto abriu um livro, mas Marcelo Rebelo de Sousa puxou conversa.

- Ouvi dizer que o voo parece mais curto se conversarmos com o passageiro do lado. Gostarias de conversar comigo?

O garoto fechou calmamente o livro e respondeu:

- Talvez seja interessante. Qual o tema que gostaria de discutir?

- Ah, que tal política? Achas que devemos reeleger Sócrates ou dar mais uma oportunidade ao Passos Coelho?

O garoto suspirou e replicou:

- Poderá ser um bom tema, mas, antes, gostaria de lhe colocar uma questão.

- Então manda! - encorajou o professor Marcelo.

- Os cavalos, as vacas e os cabritos comem a mesma coisa, certo? Pasto, ervas, rações. Concorda?

- Sim. - disse o professor.

- No entanto, os excrementos dos cabritos são umas bolinhas, as vacas largam placas de bosta e, os cavalos, umas bolas bem grandes... Qual é a razão para isto?

Marcelo Rebelo de Sousa pensou por alguns instantes, mas acabou por confessar que não sabia a resposta...

E o garoto concluiu:

- Então como é que o senhor se sente qualificado para discutir quem deve governar Portugal se não entende de "merda" nenhuma?...

 

16
Jul15

Anedotas

Alegria

 

A Vaca sem Cornos

 

Uma loira da cidade está a passear por uma fazenda.

A dada altura ela pergunta ao fazendeiro, que está ao pé dela:

- Porque é que esta vaca não tem cornos?

O homem olha para o animal, coça a cabeça, pensa por uns instantes e diz:

- Bem... O gado pode fazer muitos estragos com os cornos... Às vezes vamos limando os cornos, outras tratamos logo dos animais quando são pequenos, deitando umas gotas de ácido no sítio onde os cornos nascem, e isso já resolve o assunto... Mas respondendo à sua pergunta... Esta vaca em particular... Não tem cornos... Porque é um cavalo...

 

Abrir o Pacote no Supermercado

 

Porque é que uma loira, sempre que compra leite, abre o pacote ainda no supermercado?

Porque no pacote diz "Abra aqui."

 

 

 

15
Jul15

Anedotas

Alegria

Dores no Corpo Todo

 

Uma loira vai ao médico queixando-se de dores em todo o corpo. Nisto o médico pede a loira para ser mais específica:

- E onde é que lhe doi?

- Aqui doi-me - diz a loira apontando para o braço.

- E doi-lhe em mais algum sítio? - pergunta o médico.

- Aqui tambem me doi. - responde a loira apontando para o joelho.

Depois de a loira apontar para todos os locais que lhe doíam o médico pergunta finalmente:

- Ouça lá, voce é mesmo uma loira genuína não é?

- Sou!

- Já descobri o que você tem. Tem o dedo partido!

10
Jul15

Anedotas

Alegria

Companhia de Burros

 

Irritado com os alunos, o professor lançou um desafio:

— Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar de pé! Toda a gente continua sentada. Alguns minutos depois, o Joãozinho levanta-se.

— Quer dizer que tu te julgas burro? — perguntou o professor, indignado.

— Bem, para dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí de pé sozinho!

 

O Carneiro Lisboeta

Num café de Lisboa, entram dois alentejanos, vestidos com casacos de peles de carneiro. Encontravam-se aí «uns meninos bonitos», que começaram a fazer pouco deles, dizendo:                                                        

— Mé, mé, mé......

Eis a resposta de um dos alentejanos:

— Ó colega, já viste aquele gajo? Há dois anos que lhe morreu o pai, e ainda agora lhe está a conhecer a pele!

08
Jul15

Anedotas

Alegria

 

Na Vidigueira

Uma mulher entregou ao neto um frasco com urina para ele ir entregar no consultório para análise.

No caminho, o miúdo deixou cair o frasco que se partiu e foi pedir

ajuda a um amigo que lhe disse:

- Anda ali comigo que eu tenho uma porca que está grávida, e nestas alturas as porcas fazem muito xixi, enchemos um frasco e levas que eles nem dão por isso.

Alguns dias depois a mulher foi à consulta para saber o resultado das análises, diz o médico:

-Tenho más noticias para lhe dar.

-Senhor Doutor, não me diga que vou morrer?

-Não vai morrer mas a senhora está grávida!!!

-Mas senhor doutor, eu sou viúva há 10 anos, nunca mais tive ninguém como é que isso é possível?

-Mas a gravidez não é o mais grave, o mais grave é que a senhora vai ter 7 porquinhos.

Diz ela:

- Caramba!!! já nem se pode brincar com um chouriço.

 

O Carro Velho

 

Uma loira queria vender o seu carro velho, mas tinha muitas dificuldades porque o mostrador acusava 250 000 Km. Após muito reflectir, ela decide pedir um conselho a uma amiga. A Rita disse-lhe:

- Estás pronta para fazer algo ilegal?

- Sim! - respondeu - Quero vendê-lo, custe o que custar!

- Então, vais ter com o meu amigo Toni que é mecânico. Ele vai colocar o teu contador de quilometragem em 50.000 Km.

A loira vai ver o Toni, e o Toni coloca de novo o contador de quilometragem em 50.000 Km. Alguns dias mais tarde, a Rita pergunta à loira:

- Vendeste o carro?

- Estás doida? Agora que ele só tem 50.000 Km, eu fico com ele!

 

 

 

02
Jul15

Anedotas

Alegria

Executiva Económica

 

Uma loura entra num Boeing 747 com bilhete da classe económica e senta-se nos lugares da classe executiva.

A hospedeira diz-lhe que tem de se sentar na parte de trás do avião, ao que a loira responde:

— Deve haver algum engano porque eu sou superloura, superinteligente e vou para as Caraíbas.

A hospedeira percebe que não consegue resolver o caso e chama o comandante. Este diz à loura que se sente na parte de trás do avião, que são os lugares da classe económica. Ela responde:

— Deve haver algum engano porque eu sou superloura, superinteligente e vou para as Caraíbas.

O comandante diz-lhe então umas palavras ao ouvido, a loura levanta-se e dirige-se para os últimos lugares do avião. A hospedeira, curiosa, pergunta ao comandante:

— O que é que lhe disse?

O comandante responde:

— Disse-lhe que esta parte do avião não vai para as Caraíbas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D