Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

http://joaosezures.blogs.sapo.pt

.

30
Abr15

Anedotas

Alegria

 

Taxa de Juro

 

Um pobre vai pedir dinheiro emprestado a um rico:

— Quanto leva o senhor de juro?

— Levo nove por cento!

— Isso é um abuso! Se o senhor não teme a justiça dos homens,

devia temer a justiça de Deus, que tudo vê e julga.

— Ora, visto lá de cima o nove parece um seis...

 

Quem Ficou na Loja?

 

Um comerciante, à hora da morte, convocou os filhos.

— Estás aí, Zé? Chega-te cá, meu filho. E o Tóino, também veio? Onde está o Chico?

A mulher, acalmando-o:

— Repara bem. Estão todos aqui.

— Com mil raios! E quem é que ficou na loja?

 

29
Abr15

Anedotas

Alegria

 

Se não fora a maré baixa

 

  A professora foi até à praia com os seus alunos.

Quando regressaram, pediu-lhes para fazerem uma composição

do que tinham observado. Podia ser em prosa ou em verso.

  O Jerónimo, como tinha jeito para versejar, optou por uma quadra:

 " Eu fui à praia

Onde apanhei mexilhões

Veio de lá uma onda

E milhou-me os joelhos.

- Ó Jerónimo, tu fizes-te uma quadra mas nãio rima!

- senhora professora, não rima, porquer a maré estava baixa...

27
Abr15

Anedotas

Alegria

Generosidade

 

  Dois amigos encontam-se depois das férias grandes e

um deles comenta:

- Sabes? Paris é uma cidade extraordinária e muito acolhedora.

Sai-se do avião e há logo quem comece a conversar com a gente.

Pagam-nos uma bebida, levam-nos a visitar a cidade, a assistir

a um espetáculo e até nos oferecem quarto no hotel.

- Mas isso é formidável! E, tudo isso, aconteceu contigo?

- Comigo, não. Mas aconteceu com a minha irmã!

25
Abr15

Anedotas

Alegria

 

No WC

 

Um individuo ao passear pela rua, sentiu necessidade de ir ao Wc e

dirigiu-se a uma casa de banho pública.

  Estava de cócoras,a aliviar-se quando repara num desenho com uma legenda.

  Levantando-se um pouco pode ler:

- "Eu sou a Madona".

Entretanto vê outro desenho e outra legenda, levanto-se mais um pouco

voltou a ler:

- "Eu sou a Cicciolina".

Seguidamente quando se preparava pa continuar a aliviar-se repara que

outro desenho se encontra mais acima com outra legenda.

Esticou-se para ver e lê:

- "Ó pá, já estás a "fazer" fora do buraco".

24
Abr15

Anedotas

Alegria

 

 

A Professora Antónia

 

A professora Antónia, via-se aflita com a sua turma de alunos.

Eles eram os mais indiabrados que se possa imaginar.

  Um dia ao entrar na sala, vê um pénis desenhado no quadro.

Rapidamente apaga po desenho.

  No dia seguinte, outra vez o mesmo desenho, mas maior que o primeiro.

Nervosamene, dirige-se ao quadro e, energicamente, apaga-o.

  No outro dia, mal entra na sala, vê logo o que era bem visível,

pois dessa vez o desenho ocupava o comprimento quase todo do

quadro. A professora pega noapagador e, ferneticamente,

faz desaparecer o desenho.

  Quando no dia seguinte, entra na sala, olha de soslaio para o

quadro e, finalmente, desaparecera o desenho que a trazia tão nervosa.

Contudo, reparou que, estava algo escrito. Aproximou-se e leu:

"Já reparas-te que, quanto mais me esfregas...mais eu cresço!"

23
Abr15

Anedotas

Alegria

 

A mulher do vizinho

 

Um homem vai bater à porta do vizinho:

- Ó vizinho tenho umas perguntas a fazer-lhe.

Gosta de mulheres idiotas?

- Ah! Isso não.

- Gosta de mulheres que se embebedam?

- Tenho-lhes horror.

- Gosta de falsas loiras?

- Ainda menos.

- Então, pode explicar porque é que anda a fazer a corte à minha mulher?

 

     Espertos

 

Um certo doutor ao passar junto de um miudo e havendo uma cancela

dirigiu-se ao rapaz e disse:

Ó rapaz, que fazes aqui?

- Não faço nada, respondeu o rapaz.

- Então abre essa cancela.

- Quem vem a ser o senhor para me mandar dessa maneira?

- Eu sou um doutor.

- E que vem a ser um doutor?

- É um homem que sabe e entende de tudo.

- Então se é um homem que sabe e entende de tudo, também

deve saber abrir cancelas.

 

22
Abr15

Anedotas

Alegria

 

 

O Manuel Caçador

 

O Manuel caçador, todos os dias quando chegava ao

bar da Dª. Josefa, batia com a coronha da arma no chão

e pedia uma cerveja.

A dona do Bar dizia-lhe;

Qualquer dia, o sr. Manuel ainda

provoca uma desgraça…

Um dia, uma vez mais, o sr. Manuel bate com a coronha da

arma no chão e a arma disparou e a bala furou o teto…

A Dª. Josefa, aflita exclama;

Ó sr. Manuel vá lá acima, pois o quarto da empregada é no

1º.andar e ela foi descansar um pouco…

O sr. Manuel foi e voltou sorridente, dizendo:

Não se preocupe, Dª Josefa; a Maria estava deitada na cama

de pernas abertas e o tiro, passou entre elas e não a feriu.

Graças a Deus! Diz a Sª Josefa

Ao que o Sr. Manuel respondeu:

O pior é que o seu marido, ficou sem cabeça!!!!

17
Abr15

Anedotas

Alegria

Amigos do tempo de escola

 

Dois amigos, embora mantivessem correspondência, não se viam há muitos anos.

  Um deles, resolveu visitar o outro. No dia em que chegou a casa do seu amigo,

homem cinquentão e qjue enviuvara a uns três anos, ao ver que eletinha uma

empregada, para lhe pôr a casa em ordem, bastante jovem (não mais de dezoito anos)

bonita e de corpo escultural, diz-lhe em tom malicioso:

- Parabéns! Tens uma empregaaaaada!

- Olha, meu caro amigo, escusas de estar para aí com insinuações que, eu não lhe toco

nem num pêlo.

- Bravo, bravo! - retorquiu entusiasmado. Dou-te, novamente, os parabéns!

Mas desta vez, pela pontaria.

16
Abr15

Anedotas

Alegria

 

Os Buracos

 

.

Uma velhinha morre e ao chegar ao céu, pergunta a São Pedro: - Porque existem duas portas, uma azul, outra vermelha? São Pedro responde: - A azul leva ao céu, a vermelha ao inferno. Podes escolher. Nisto, ouve-se uma gritaria e um barulho de berbequim atrás da porta azul. - Que é isto? - Pergunta a velha. - Nada. é uma alma que acabou de chegar e estão a furar-lhe as costas para lhe por as asas. A velha fica indecisa, quando de repente ouve-se nova gritaria atrás da porta azul. - E agora, o que é? - Nada, estão a furar-lhe a cabeça para por a auréola. - Que horror! Eu não quero ir para o céu, vou para o inferno! - Mas lá, o diabo costuma f**er todas as mulheres! - Quero lá saber! Pelo menos os buracos já estão feitos!

 

16
Abr15

Anedotas

Alegria

 

Farofa do (F)

 

Um provinciano chegado à capital, entrou num restaurante para almoçar.

Ao dirigir-se à empregada começou o seu diálogo com as palavras a começar por F

Cliente: - Faça o favor.

Empregada: - O que deseja o senhor?

Cliente: -Favor fazer frango frito.

Empregada: - Com Quê?

Cliente: - Farinha, feijão e farofa.

Empregada: - Quer pão senhor?

Cliente: - Faça fatias

Nesta altura a empregada ficou indignada, mas voltou a falar:

Empregada: - Mais alguma coisa?

Cliente: - Filete de fígado

Terminado o almoço, a empregada pergunta-lhe:

O café está bom?

Cliente: - frio e fraco

Empregada: - Como é que o senhor gosta?

Cliente: - Forte e fervido

Empregada: - De onde o senhor é?

Cliente: - Fafe

Empregada: - Como é que se chama?

Cliente: - Francisco Fagundes Ferreira

Empregada: - Qual é a sua profissão?

Cliente: - Fui Ferreiro

Empregada: - E deixou o emprego?

Cliente: - Fui Forçado

Empregada: - Por quê?

Cliente: - Faltou ferro.

Empregada: - O que fabricava?

Cliente: - Ferrolho, Fechaduras, Ferraduras, ferragens

Empregada: - Se o senhor disser mais seis palavras com a letra F não paga.

Cliente: - Foi Formidável, ficando fiado, fico freguês…

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D