Domingo, 3 de Julho de 2016
Anedotas

A Surdez

 

Um velhote foi ao médico de família marcar uma consulta para a sua mulher:

-De que se queixa a sua senhora?

-De surdez. Não ouve praticamente nada.

-Então o senhor vai fazer o seguinte: Como só tem consulta daqui a 15 dias, aproveita e vai-lhe fazer um teste para facilitar o diagnóstico do médico. O senhor vai colocar-se a várias distâncias da sua esposa, fala com ela normalmente, e quando vier, diz ao médico a que distância estava quando ela ouviu. Entendeu?

-Muito bem.

Nesse mesmo dia, quando a mulher estava a prepara o jantar, o velhote lembrou-se então de fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher. E pensou: "Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora"

-Maria... o que é o jantar?

Nada... silêncio.

Aproximou-se mais 5 metros.

-Maria... o que é o jantar?

Nada... silêncio absoluto.

Aproxima-se a uma distância de 3 metros e quase que grita:

-MARIA...... o que é o jantar?

Mesmo nada. O silêncio mantém-se.

Por fim, encosta-se à mulher e volta a perguntar:

-Maria! O que é o jantar?

-É frango, porra... é a quarta vez que te digo!

 

E o Estúpido Sou Eu?

 

Um miúdo entra no autocarro para dar um passeio e senta--se no banco logo atrás do condutor. A certa altura, começa a cantar:

— Se o meu pai fosse um porco e a minha mãe uma porca, eu seria um porquinho. Se o meu pai fosse um cão e a minha mãe uma cadela, eu seria um cachorrinho...

O condutor, que estava já farto daquela cantilena, virou-se e disse para o miúdo:

— Olha lá, se o teu pai fosse estúpido e a tua mãe uma estúpida, o que é que tu serias?

— Motorista de autocarro!

publicado por Alegria às 22:06
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.posts recentes

. Curiosidades

. Album de Sabedoria

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

.arquivos

. Setembro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Dezembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Março 2014

. Janeiro 2010

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.favoritos

. Momento de Poesia

.links
contador de visitas gratis
Contador de Visitas
blogs SAPO
.subscrever feeds