Sábado, 31 de Outubro de 2015
Anedotas

Diagnóstico colorido

 

 Um ginecologista diz a uma mulher que acabou de examinar:

- Minha senhora, a situação é grave: o seu clitóris parece a tampa de uma caneta BIC.

 - Doutor, não me diga! Está azul? – pergunta espantada a mulher.

 E explica o médico:

- Não. Está todo roído…

 

O código do pecado

 

Na aldeia pecava-se de mais. O velho padre, cansado de tantas confissões

Envolvendo o desagradável termo “adultério”, combinou um código com os paroquianos.

Sempre que alguém perdesse a cabeça, teria de dizer: “Senhor padre eu caí”.

Os anos passaram e o velho padre partiu para deste mundo sem ter tempo de avisar o seu sucessor do código combinado com os paroquianos.

Um dia o jovem padre já farto de tanta queda, dirigiu-se ao presidente da câmara

- O senhor presidente, vai-me desculpar mas tem os passeios numa lástima!

Não passa um dia em que os paroquianos se queixem de ter caído…

O presidente solta uma gargalhada e antes de esclarecer a situação o jovem padre continua:

DE não se esteja a rir porque a sua esposa coitada, só esta semana já caiu três vezes!

 

Os Bêbados Ontem Eram Tantos...

 

 O homem embriagava-se habitualmente mas não desistia de andar de bicicleta, e a mulher avisava-o:

— Ó homem, tu andas de bicicleta nesse estado, e um dia vais parar ao hospital...

Respondia ele:

— Deixa lá, mulher; tu não vês que Deus me guarda?

Um dia caiu, e foi mesmo parar ao hospital. A mulher foi vê-lo:

— Eu não te dizia que um dia havias de vir parar ao hospital? Dizias «Deus guarda-me», «Deus guarda-me» mas agora não te guardou...

— Oh, mulher! Tu não vês que Deus há só um, e os bêbados ontem eram tantos.

 

publicado por Alegria às 19:07
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.posts recentes

. Curiosidades

. Album de Sabedoria

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

.arquivos

. Setembro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Dezembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Março 2014

. Janeiro 2010

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.favoritos

. Momento de Poesia

.links
contador de visitas gratis
Contador de Visitas
blogs SAPO
.subscrever feeds