Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2016
A Minha Rua

 

A Minha Rua

A minha rua está deserta

E vai morrer pela certa

Um dia podem crer;

Tudo teve e hoje quase nada tem

Parece enferma e a sofrer.

- O futuro vai decidir

Que por aqui ainda há-de vir

O progresso pois então,

Virão outros comércios

Que muito valor lhe darão

- Teve barbeiro e retrosaria

Linhas e botões até vendia,

E outras coisas que de mais

Panos, camisas e peúgas

E produtos de higiene pessoais.

- Mercearia com bons produtos

Do melhor que o mercado tinha

Queijos, azeite, massas e licores

Arroz, e latas de sardinha.

- Também uma grande drogaria

Onde todos os produtos havia

Desde o petróleo à creolina

E produtos para o uso do lar

Até sabão, pentes e solarina.

 

 

 

- Um talho logo ali à beira

Com chouriços e farinheira

E carne boa para estufar;

Frangos para cozer,

Costeletas e bifes para fritar.

- Ao lado havia o alfaiate

Que parece disparate

Mas com boa confeção;

Fazendo todos os fatos

Para o inverno ou para o verão.

- Casa de diverso vestuário

Para todo o uso diário

Homem, mulher ou criança;

Para trabalho ou passeio

Para ginástica ou para a dança.

- Sapateiro para o calçado consertar

E loja para as malas arranjar

E também tinha um latoeiro

Canalizador e eletricista

Não faltando o taberneiro.

 

 

 

 

- Tabernas eram três

Todos vendiam de uma vez;

Vinhos, aguardentes e sumos

Copos de dois ou de três

Fósforos e material de fumo.

- Até ali defronte a padaria

Que todos os dias cozia

O bom pão que nos contentou

Foi-se embora em má hora

E nunca mais voltou.

- E os materiais para cabeleireiro

Que se vendiam por bom dinheiro

Ali havia muito para escolher

E por cima um partido politico

Que acabou por desaparecer.

- Ao lado cunhos e cortantes

Que em poucos instantes

E muitas ferramentas afiou

Só sei que também partiu

E nunca mais voltou.

- Uma fábrica de emblemas

Taças grandes ou pequenas

Tudo ali se produzia

Mas também se foi embora

E acabou-se a minha alegria.

       João Rodrigues

publicado por Alegria às 18:11
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.posts recentes

. Curiosidades

. Album de Sabedoria

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

. Momento de Poesia

.arquivos

. Setembro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Dezembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Março 2014

. Janeiro 2010

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.favoritos

. Momento de Poesia

.links
contador de visitas gratis
Contador de Visitas
blogs SAPO
.subscrever feeds